Postagem em destaque

CARTA DE DEMISSÃO DA SENHORA PRESIDENTE DA REPÚBLICA (11.05.2016)

Este blog, tem como finalidade, expor as mazelas, as quais convivemos em nosso dia a dia, sempre baseado em informações, divergências ou rej...

terça-feira, 6 de agosto de 2013

Preço do tomate cai até 57% em julho e cesta básica recua nas capitais Cesta ficou mais barata em todas as capitais pela 1ª vez desde 2007

Este blog, tem como finalidade, expor as mazelas, as quais convivemos em nosso dia a dia, sempre baseado em informações, divergências ou rejeições, fazem parte, nem cristo agradou, que dirá um mero leiloeiro...




06/08/2013 11h43 - Atualizado em 06/08/2013 15h42

Preço do tomate cai até 57% em julho e cesta básica recua nas capitais

Cesta ficou mais barata em todas as capitais pela 1ª vez desde 2007.
Mas no acumulado do ano, preços subiram na maioria dos locais.

Do G1, em São Paulo
7 comentários
CESTA BÁSICA EM JULHO
Capital
 
Variação
mensal (%)
Valor da
cesta
Salvador-0,18259,73
Vitória-1,55310,73
Manaus-1,82310,52
Rio de Janeiro-3,00300,71
Belém-3,22299,07
João Pessoa-3,48275,54
Aracaju-3,51239,36
São Paulo-3,82327,44
Campo Grande-4,00264,87
Natal-4,59271,61
Belo Horizonte-4,86293,48
Curitiba-5,04279,66
Recife-5,63279,98
Fortaleza-6,01275,27
Goiânia-7,00269,34
Porto Alegre-7,06305,91
Florianópolis-7,61284,03
Brasília-8,86284,45
 A cesta básica ficou mais barata em julho nas 18 capitais pesquisadas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).Segundo a entidade, foi a primeira queda de preços em todas as capitais pesquisadas desde maio de 2007, quando o levantamento abrangia 16 capitais.
A maior queda foi registrada em Brasília, onde o preço da cesta caiu 8,86%, seguida pelos recuos emFlorianópolis (-7,61%), Porto Alegre (-7,06%) eGoiânia (-7,00%). As menores variações ocorreram em Salvador (-0,18%), Vitória (-1,55%) e Manaus (-1,82%).
O tomate liderou entre os produtos que ficaram mais baratos no mês passado. Em Brasília, o preço caiu 56,81%. A queda superou 40% em outras quatro cidades: Rio de Janeiro (-40,71%), Belo Horizonte(-40,82%), Porto Alegre (-45,63%) e Goiânia (-46,93%). Apenas em Manaus a queda ficou inferir a 10%.
São Paulo continuou a ser a capital com a cesta básica mais cara do país, a R$ 327,44, seguida porVitória (R$ 310,73), Manaus (R$ 310,52) e Porto Alegre (R$ 305,91). Já os menores valores médios foram observados em Aracaju (R$ 239,36), Salvador (R$ 259,73) e Campo Grande (R$ 264,87).
No acumulado de janeiro a julho, somente emFlorianópolis a cesta ficou mais barata, com queda de 2,08%. Nas outras 17 capitais houve alta, com os maiores aumentos verificados no Nordeste – região que atravessa período de forte seca: Aracaju (17,30%), João Pessoa (15,85%), Salvador(14,36%), Natal (13,34%) e Recife (12,46%). Já Belo Horizonte (0,89%), Goiânia (2,34%),Curitiba e Brasília (ambas com 3,08%) apresentaram as menores variações acumuladas.

POSTAGENS DE SERGIO VIANNA