Postagem em destaque

CARTA DE DEMISSÃO DA SENHORA PRESIDENTE DA REPÚBLICA (11.05.2016)

Este blog, tem como finalidade, expor as mazelas, as quais convivemos em nosso dia a dia, sempre baseado em informações, divergências ou rej...

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Operação dos aeroportos segue normal em 2º dia de greve, diz Infraero

Este blog, tem como finalidade, expor as mazelas, as quais convivemos em nosso dia a dia, sempre baseado em informações, divergências ou rejeições, fazem parte, nem cristo agradou, que dirá um mero leiloeiro...


Operação dos aeroportos segue normal em 2º dia de greve, diz Infraero

quinta-feira, 1 de agosto de 2013 14:28 BRT
 

[
RIO DE JANEIRO, 1 Ago (Reuters) - Os aeroportos brasileiros operavam em situação de normalidade na manhã desta quinta-feira, com percentual de atraso abaixo da média diária, apesar de uma greve de aeroportuários que entrou no segundo dia, informou a Infraero.
A estatal, que montou um plano de contingenciamento para manter os serviços essenciais durante a paralisação, informou que 4,2 por cento dos voos estavam atrasados até as 9h, enquanto 4,9 por cento foram cancelados. A média diária de atrasos é de 15 por cento.
Segundo a Infraero, boa parte dos atrasos e cancelamentos ocorreu em consequência de restrições meteorológicas nos aeroportos Galeão e Santos Dumont, no Rio de Janeiro, que estavam fechados para pousos e decolagens por causa do mau tempo.
A greve convocado pelo Sindicato Nacional dos Aeronautas (Sina) reivindica reajuste salarial de 16 por cento, entre outras melhorias.Segundo o sindicato, a proposta feita pela Infraero não agradou aos trabalhadores.
Grevistas fizeram manifestações em alguns aeroportos do país na quarta-feira, caso de Congonhas, em São Paulo, com faixas e apitos para chamar atenção para as reivindicações da categoria. Segundo o sindicato, a paralisação atingiu todos os 63 aeroportos administrado pela estatal na quarta-feira.
O Tribunal Superior do Trabalho (TST) decidiu na quarta-feira que a greve pode continuar, desde que sejam mantidos 100 por cento das operações de controle de tráfego aéreo, 70 por cento das de segurança e operação e 40 por cento das demais áreas.
O presidente do TST, Carlos Alberto Reis, marcou uma audiência conciliatória entre o sindicato e a Infraero para a próxima terça-feira.
(Por Pedro Fonseca)



POSTAGENS DE SERGIO VIANNA