Postagem em destaque

CARTA DE DEMISSÃO DA SENHORA PRESIDENTE DA REPÚBLICA (11.05.2016)

Este blog, tem como finalidade, expor as mazelas, as quais convivemos em nosso dia a dia, sempre baseado em informações, divergências ou rej...

sábado, 24 de agosto de 2013

Homem é baleado dentro do Hospital Cristo Redentor, na zona norte da Capital Tiago Diogo Gonçalves, 27 anos, já havia sido alvo de disparos na quinta, no bairro Rubem Berta

Este blog, tem como finalidade, expor as mazelas, as quais convivemos em nosso dia a dia, sempre baseado em informações, divergências ou rejeições, fazem parte, nem cristo agradou, que dirá um mero leiloeiro...



No horário de visitas24/08/2013 | 03h44

Homem é baleado dentro do Hospital Cristo Redentor, na zona norte da Capital

Tiago Diogo Gonçalves, 27 anos, já havia sido alvo de disparos na quinta, no bairro Rubem Berta

Um homem de 27 anos, internado no Hospital Cristo Redentor, na zona norte de Porto Alegre, foi baleado na noite desta sexta-feira, dentro da instituição. 

Conforme a Polícia Civil, Tiago Diogo Gonçalves se recuperava após ter sido alvo de disparos na quinta-feira.

De acordo com o delegado Leônidas Cavalcante, da 3ª Delegacia de Polícia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DPHPP), que investiga o caso, um homem teria aproveitado o horário de visitas, entrado no quarto onde estava Gonçalves, atirado com arma de fogo várias vezes (atingindo as pernas da vítima) e fugido. Na quinta-feira, segundo investigação, Gonçalves havia sido baleado no tórax e no abdômen por dois homens usando toucas ninja, que estariam em uma caminhonete, no bairro Rubem Berta.

Outros três pacientes que também estavam internados no mesmo quarto — além do acompanhante de um deles — presenciaram a ação. Uma das testemunhas, que preferiu não se identificar, contou que estranhou a entrada do desconhecido no local. Conforme o relato, após reconhecer o homem e começar a gritar, Gonçalves teria arremessado um balcão contra o atirador para se proteger.

— Foi tudo muito rápido, uma questão de segundos. Quando o homem fugiu, tentei fechar a porta. Temíamos que ele voltasse, já que não havia conseguido matar o paciente — declarou.

Polícia requisitou imagens das câmeras do hospital

Um comparsa estaria aguardando o criminoso nas escadas do hospital. Ao deixar a instituição, o atirador teria encontrado familiares da vítima na recepção e ainda anunciado que teria matado o rapaz. Para a testemunha, que acompanhava a recuperação do irmão, restou a sensação de medo:

— O acesso ao hospital é muito frágil, ninguém é revistado. Para quem está aqui dentro, é muito complicado — desabafou.

A Polícia Civil já requisitou as imagens das câmeras de circuito interno da instituição e está trabalhando com a hipótese de tentativa de execução. 

De acordo com o delegado Cavalcante, a vítima teria passagem pela polícia. O Hospital Cristo Redentor informou que Gonçalves sobreviveu aos disparos e foi atendido logo após o fato ter ocorrido. A administração da instituição acompanha a investigação junto à Polícia Civil e, até a manhã de sábado, não havia se pronunciado sobre o sistema de segurança do prédio. A assessoria de imprensa do hospital confirmou que o crime aconteceu durante o horário de visitas e que não são feitas revistas na entrada. Foi informado também que, após o incidente, houve um reforço na segurança do prédio.

POSTAGENS DE SERGIO VIANNA