Postagem em destaque

CARTA DE DEMISSÃO DA SENHORA PRESIDENTE DA REPÚBLICA (11.05.2016)

Este blog, tem como finalidade, expor as mazelas, as quais convivemos em nosso dia a dia, sempre baseado em informações, divergências ou rej...

domingo, 14 de julho de 2013

“Segredos de Edward Snowden poderão ser o pior pesadelo dos Estados Unidos”

Este blog, tem como finalidade, expor as mazelas, as quais convivemos em nosso dia a dia, sempre baseado em informações, divergências ou rejeições, fazem parte, nem cristo agradou, que dirá um mero leiloeiro...


“Segredos de Edward Snowden poderão ser o pior pesadelo dos Estados Unidos”

Jornalista que publicou os documentos secretos divulgados por ex-agente americano faz comentários no Rio de Janeiro

Edward Snowden no encontro com representantes de direitos humanos, na sexta-feira, 12
O repórter que foi o primeiro a publicar o documento secreto divulgado por Edward Snowden disse que o ex-agente americano agora fugitivo tem informações restritas que, se reveladas, poderiam tornar-se “o pior pesadelo” para o Governo dos Estados Unidos.
A afirmação do colunista do diário britânico “The Guardian” – Glenn Greenwald – foi prestada ao jornal argentino “La Nación”, numa entrevista concedida no Rio de Janeiro. Greenwald acrecentou que Snowden guarda ainda em diversas partes do mundo informações altamente prejudiciais a seu país.
"Snowden tem informação suficiente para em apenas um minuto causar ao Governo americano mais prejuízo do que qualquer outra pessoa já teve na História dos Estados Unidos”, disse Greenwald, um nova-iorquino de 46 anos que detém muitos prêmios de Jornalismo graças a suas matérias sobre segurança internacional.
Edward Snowden, procurado por Washington sob a acusação de espionagem e de revelação de segredos de Estado – dados sobre uma suposta ação de monitoramento, pelos Estados Unidos, de correspondência via internet em vários países do mundo, entre os quais o Brasil –, está desde o dia 23 de junho numa área de trânsito do Aeroporto Sheremetyevo, de Moscou.
Num encontro com ativistas de direitos humanos da Rússia, na sexta-feira, 12, Snowden anunciou que poderá pedir asilo político temporário à Rússia, enquanto espera uma eventual viagem para o asilo permanente em algum país da América Latina.  
A seguir, um resumo dos principais trechos da entrevista de Glenn Greenwald ao jornal argentino “La Nación”:
“O mais importante é [Edward Snowden] não terminar em custódia dos Estados Unidos, cujo Governo mostrou ser extremamente vingativo ao castigar os que revelam verdades incômodas, e em cujo sistema judicial não se pode confiar quando se trata de pessoas acusadas de pôr em perigo a segurança nacional. Nesses casos, os juízes fazem tudo que podem para assegurar a condenação. [Snowden] seria colocado na prisão imediatamente, para encerrar o debate que ajudou a gerar, e acabaria seus dias atrás das grades.”
– A Rússia dá garantias de segurança [a Snowden] ?
“Não há muitos países no planeta que tenham a capacidade e a vontade de desafiar as demandas dos Estados Unidos. Mas a Rússia é um desses países, e o tem tratado bem até agora.
– Além das revelações sobre o funcionamento do sistema de espionagem em geral, que informação extra Snowden pode dar:
“Snowden conta com informação suficiente para, num só minuto,   causar mais dano ao Governo americano do que qualquer outra pessoa jamais teve na História dos Estados Unidos. Mas esse não é o seu objetivo. Sua meta é revelar os programas de informática a que pessoas de todo o mundo se expõem sem ter aceitado conscientemente ceder seus direitos de privacidade. Há uma enorme quantidade de doxumentos que seriam muito prejudiciais ao Governo dos Estados Unidos se fossem tornados públicos.
– Você teme que alguém possa matar Edward Snowden ?
“É possível, embora eu não acredite que, a esta altura, isso possa trazer algum benefício para alguém. [Snowden] já distribuiu milhares de documentos e se assegurou de que várias pessoas ao redor do mundo tenham seu arquivo completo. Se alguma coisa venha a acontecer [com Snowden], esses documentos seriam tornados públicos. Esta é a sua apólice de seguro [de vida]. O Governo dos Estados Unidos deve pôr-se de joelhos todos os dias rogando que nada aconteça a Snowden, porque, se alguma coisa lhe acontecer, toda a informação será revelada, e isso seria seu pior pesadelo [para os EUA].”  



POSTAGENS DE SERGIO VIANNA