Postagem em destaque

CARTA DE DEMISSÃO DA SENHORA PRESIDENTE DA REPÚBLICA (11.05.2016)

Este blog, tem como finalidade, expor as mazelas, as quais convivemos em nosso dia a dia, sempre baseado em informações, divergências ou rej...

segunda-feira, 22 de julho de 2013

'Realizaremos aqui a melhor JMJ de todos os tempos', diz prefeito do Rio Paes acredita que cidade mostrará maravilhas e mazelas durante JMJ.

Este blog, tem como finalidade, expor as mazelas, as quais convivemos em nosso dia a dia, sempre baseado em informações, divergências ou rejeições, fazem parte, nem cristo agradou, que dirá um mero leiloeiro...



22/07/2013 11h49 - Atualizado em 22/07/2013 12h05

'Realizaremos aqui a melhor JMJ de todos os tempos', diz prefeito do Rio

Paes acredita que cidade mostrará maravilhas e mazelas durante JMJ.
'Imprensa será olhos e ouvidos do evento para o mundo', diz arcebispo.

Mariucha MachadoDo G1 Rio
4 comentários

Eduardo Paes e dom Orani Tempesta com os jovens da Jornada (Foto: Mariucha Machado/G1)Eduardo Paes e dom Orani Tempesta com os jovens da Jornada (Foto: Mariucha Machado/G1)
O prefeito do Rio Eduardo Paes deu as boas vindas aos jornalistas que estão trabalhando na cobertura da Jornada Mundial da Juventude nesta segunda-feira (22) no Forte de Copacabana, na Zona Sul da cidade.  Com ele, o arcebispo Dom Orani João Tempesta  disse que  é uma alegria receber os profissionais e abrir Jornada Mundial da Juventude no Rio. Seis jovens de diferentes nacionalidades, Crispin Estevão (Moçambique), Elsa Vasquez (México), Bashar Khoury (Síria), Allan Farias (Brasil), Abert Perez (Argentina) e Zhang Hao (China), contaram suas experiências em JMJs anteriores.
“Vocês serão os ouvidos e os olhos do Rio para o mundo”, foram as primeiras palavras do arcebispo . Segundo ele, “o primeiro papa latino-americano vai pisar pela primeira vez em terras latino-americana. Ele retorna agora através do Rio de Janeiro para estar conosco por uma semana. Ele já está voando rumo ao Rio. Tenho certeza que será um belo momento. O Papa Francisco vem como o primeiro peregrino e para dar as mãos para quem quer construir um mundo mais fraterno”.
O prefeito do Rio deu uma mensagem de boas vindas aos profissionais da comunicação e os peregrinos. “Neste fim de semana os cariocas já puderam experimentar a força da jornada. Jovens caminhavam por todos os cantos com muita alegria, dialogando. Num prazo de 12 meses, este é o terceiro evento internacional que a cidade vai sediar, como a Rio+20, Copa das Confederações e a Jornada Mundial da Juventude”.
Segundo Eduardo Paes, “o Papa Francisco terá toda a liberdade do mundo para andar pela cidade e dialogar com a população. Nós entendemos também que a visita do papa vai permitir que a cidade se mostre, seus desafios, qualidade, problemas. A visita do papa e de tantos jovens expõe suas qualidades e suas mazelas. Queremos usar esta visita como  uma forma de estimular os desafios que a cidade ainda tem que superar. Vamos receber todos de braços abertos, esta é uma característica da cidade do Rio. Realizaremos aqui a melhor Jornada Mundial da Juventude de todos os tempos”.
Falando sobre as recentes manifestações, Paes disse que o Papa está completamente seguro na cidade. Ele disse que os protestos são considerados normais. “Não há um lugar que o Papa Francisco vá que não haja manifestação. Ele não tem que temer a segurança”.
Dom Orani Tempesta disse ainda  que Jornada é uma oportunidade de os jovens falarem para o mundo o que eles pensam. Apesar das diferenças culturais, ideológicas e políticas, ele acredita que as pessoas vão voltar para a casa com mais esperança e vontade de fazer um mundo melhor. “Os jovens são os protagonistas desta realização. A imprensa vai ajudar a contagiar os jovens que não estão aqui, mas que estão acompanhando. É a esperança do tempo novo”, afirmou o arcebispo.
O arcebispo reforçou que, além dos Atos Centrais, a cidade do Rio tem várias atividades espalhadas. “Além dos Atos Centrais, temos quase 300 locais de catequese, a Cidade da Fé, o Festival da Juventude, exposições e outras atividades. A parte cultural também está aberta a todos. Também há espaço para o diálogo inter-religioso. Temos um encontro internacional com a ONU, o Fórum Social, temos toda uma rede", disse.
A peregrinação dos símbolos da Jornada termina nesta segunda-feira (22). No domingo (28) eles serão entregues e seguirão para o próximo país da Jornada.
Jovens na Jornada
Elsa Vasquez contou que está é a quarta Jornada que participa. Em duas delas, ela foi voluntária do comitê organizacional local. Segundo ela, em Madri, na Espanha, ela conheceu o atual marido. Já o argentino Albert Perez revelou como foi a experiência de caminhar até o Rio para participar da Jornada Mundial da Juventude. Ele afirmou que fez isso em prol de uma bebê que precisa de um transplante de coração. Crispin Estevão, de Moçambique, vai ter que trabalhar um ano para pagar os custos da viagem.

POSTAGENS DE SERGIO VIANNA