Postagem em destaque

CARTA DE DEMISSÃO DA SENHORA PRESIDENTE DA REPÚBLICA (11.05.2016)

Este blog, tem como finalidade, expor as mazelas, as quais convivemos em nosso dia a dia, sempre baseado em informações, divergências ou rej...

segunda-feira, 8 de julho de 2013

‘Não concordamos com interferência’, diz Dilma sobre denúncia de espionagem

Este blog, tem como finalidade, expor as mazelas, as quais convivemos em nosso dia a dia, sempre baseado em informações, divergências ou rejeições, fazem parte, nem cristo agradou, que dirá um mero leiloeiro...



‘Não concordamos com interferência’, diz Dilma sobre denúncia de espionagem

  • Presidente pede investigação e diz que pode haver violação de soberania e de direitos humanos
  • Cardozo determina que PF abra inquérito sobre supostas ilegalidades em ações de inteligência dos serviços secretos dos EUA
PAULO CELSO PEREIRA (EMAIL)
JAILTON DE CARVALHO (EMAIL)
Publicado:
Atualizado:
BRASÍLIA — A presidente Dilma Rousseff, ao final da cerimônia sobre o programa “Mais Médicos” nesta segunda-feira, comentou a denúncia de espionagem dos Estados Unidos nas telecomunicações brasileiras.
— Se houver participação de outros países e outras empresas que não as brasileiras, seguramente há violação de soberania, sem dúvida. Como é (também) violação de direitos humanos — disse a presidente, pregando a cautela, no entanto. — Agora, temos de, sem precipitação, sem prejulgamento, temos que investigar.
Dilma ainda completou:
— A posição do Brasil nesta questão é muita clara e muito firme. Não concordamos de maneira alguma com interferência desta ordem não só no Brasil como em quaisquer outro país.
O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, determinou que a Polícia Federal abra inquérito para investigar supostas ilegalidades em ações de inteligência dos serviços secretos dos Estados Unidos. Cardozo determinou a investigação a partir de um pedido do ministro das comunicações, Paulo Bernardo, que esteve reunido com o embaixador dos Estados Unidos, Thomas Shannon.
Reportagens do GLOBO revelam que os Estados Unidos monitoraram milhões de telefonemas e e-mails de cidadãos brasileiros. A Comissão de Relações Exteriores do Senado se reuniu extraordinariamente para votar requerimentos convocando o ministro das Relações Exteriores, Antônio Patriota, e Shannon.


Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/mundo/nao-concordamos-com-interferencia-diz-dilma-sobre-denuncia-de-espionagem-8962652#ixzz2YUSzfnzz
© 1996 - 2013. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização. 

POSTAGENS DE SERGIO VIANNA