Postagem em destaque

CARTA DE DEMISSÃO DA SENHORA PRESIDENTE DA REPÚBLICA (11.05.2016)

Este blog, tem como finalidade, expor as mazelas, as quais convivemos em nosso dia a dia, sempre baseado em informações, divergências ou rej...

sexta-feira, 26 de julho de 2013

MP do Paraná investiga se suspeitos confessam crime de menina sob tortura

Este blog, tem como finalidade, expor as mazelas, as quais convivemos em nosso dia a dia, sempre baseado em informações, divergências ou rejeições, fazem parte, nem cristo agradou, que dirá um mero leiloeiro...




MP do Paraná investiga se suspeitos confessam crime de menina sob tortura

Foto: Reprodução InternetFoto: Reprodução Internet
Adolescente foi violentada, morta e enterrada em matagal
O Ministério Público (MP) do Paraná vai investigar se os suspeitos de assassinato e estupro de uma adolescente, em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba, confessaram autoria do crime sob tortura. A Justiça afastou os delegados do caso da menor Tayná Adriane da Silva, de 14 anos, assassinada brutalmente.
De acordo com o MP, o inquérito enviado pela autoridade policial ao órgão não constava nenhuma informação sobre suposta agressão a que teriam sido submetidos os quatro presos suspeitos do crime. Com isso, foi aberto um novo procedimento investigatório para apurar essa questão.
As autoridades policiais afastadas do caso serão substituídas por promotores do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), que vão investigar em conjunto com a Promotoria de Justiça de Colombo.
Para dar procedimento averiguar o caso, o primeiro procedimento, tomado pela justiça, foi a apreensão das roupas que teriam sido usadas pelos acusados no dia da suposta agressão. Segundo o MP-PR, os presos vão passar por um novo exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal. No dia, eles serão acompanhados pelos promotores de Justiça designados.
O novo rumo das investigações tem como objetivo esclarecer o crime. Como o grupo é suspeito de violentar e depois matar a menina, os autos tramitam em segredo de Justiça.
tayna1Crime brutal
Em 28 de junho, o corpo de Tayná Adriane da Silva, de 14 anos, foi encontrado por um dos vizinhos, que auxiliava a polícia nas buscas pela menina. Segundo a polícia, a adolescente teria sido abordada por quatro homens que trabalhavam num parque de diversões. Ela teria sido violentada, morta e enterrada em um matagal. Os principais suspeitos do crime são quatro ex- funcionários de um parque de diversão, no bairro São Dimas, em Colombo. Tayná desapareceu quando voltava da casa de uma amiga.
Na ocasião, durante uma entrevista à Rádio Banda B, da capital paranaense, a mãe da adolescente, Cleuza Silva, contou que a menina enviou uma mensagem do celular avisando que estava voltando para sua casa. "Ela ajuda como manicure num salão e saiu de lá até o ponto do Monte Castelo. A Tayná desapareceu neste caminho porque pessoas a viram indo esperar o ônibus. Às 20h30 de terça, ela me mandou mensagem pelo celular dizendo que estava chegando em casa e não apareceu. Estou desesperada", disse, na ocasião. Depois disso, ela desapareceu.

POSTAGENS DE SERGIO VIANNA