Postagem em destaque

CARTA DE DEMISSÃO DA SENHORA PRESIDENTE DA REPÚBLICA (11.05.2016)

Este blog, tem como finalidade, expor as mazelas, as quais convivemos em nosso dia a dia, sempre baseado em informações, divergências ou rej...

segunda-feira, 24 de junho de 2013

Protestos, Nesta segunda feira 24/06 - Duas mulheres morrem no estado de Goiás

Este blog, tem como finalidade, expor as mazelas, as quais convivemos em nosso dia a dia, sempre baseado em informações, divergências ou rejeições, fazem parte, nem cristo agradou, que dirá um mero leiloeiro...





Duas mulheres morrem no estado de Goiás

Protestos no Brasil causam mais duas mortes

Duas manifestantes foram mortas na manhã desta segunda-feira, 24, no interior do estado brasileiro de Goiás, quando participavam em mais um dos muitos protestos que varrem o Brasil há mais de duas semanas.
Por:Domingos Grilo Serrinha, correspondente no Brasil

Com as mortes das duas manifestantes, sobe para quatro o número de mortes em decorrência direta da vaga de protestos por melhores condições de vida no país.
De acordo com as primeiras informações fornecidas pela polícia de Goiás, as duas mulheres participavam no bloqueio da estrada BR 251, na altura do município de Cristalina. Elas ajudavam a fazer uma barricada com pneus queimados quando um motorista, irritado com o protesto, atirou o carro dele contra a multidão e fugiu.
Das outras duas mortes registadas até agora durante protestos, uma delas, a de um estudante de 18 anos morto durante uma manifestação na cidade de Ribeirão Preto, interior de São Paulo, na sexta-feira, também foi provocada por um motorista enfurecido com o bloqueio de uma estrada.
(Clique em cima para ver FOTOGALERIA do povo brasileiro que saiu à rua)
A outra foi a de uma funcionária da limpeza urbana de Belém, capital do estado do Pará, que já tinha problemas de saúde e morreu sábado, horas depois de ter sido apanhada no meio de um confronto entre a polícia e manifestantes e ter inalado grande quantidade de gás lacrimogéneo.

A outra foi a de uma funcionária da limpeza urbana de Belém, capital do estado do Pará, que já tinha problemas de saúde e morreu sábado, horas depois de ter sido apanhada no meio de um confronto entre a polícia e manifestantes e ter inalado grande quantidade de gás lacrimogéneo.


POSTAGENS DE SERGIO VIANNA