Postagem em destaque

CARTA DE DEMISSÃO DA SENHORA PRESIDENTE DA REPÚBLICA (11.05.2016)

Este blog, tem como finalidade, expor as mazelas, as quais convivemos em nosso dia a dia, sempre baseado em informações, divergências ou rej...

sexta-feira, 7 de junho de 2013

LENDO O BLOG "MAZELAS DO JUDICIÁRIO", DESCOBRI QUE O MENSALÃO, FICOU INSIGNIFICANTE. PERTO DE...

Este blog, tem como finalidade, expor as mazelas, as quais convivemos em nosso dia a dia, sempre baseado em informações, divergências ou rejeições, fazem parte, nem cristo agradou, que dirá um mero leiloeiro...


SERGIO VIANNA:  Estava a visitar o Blog, MAZELAS DO JUDICIÁRIO, quando me deparei com a matéria anexa abaixo, por alguns segundos, minha cabeça, viajou, buscando entender, ou talvez, recebendo as respostas, das tantas baboseiras e atos criminosos que a Justiça pratica contra a população da nossa sociedade, mas ate então, minha rebeldia, sempre foi por atos isolados, individuais, caso a caso, para melhor explicar, prisões injustas, desmantelamentos de famílias inteiras, ofendidas por decisões injustas e ate criminosas, expropriações de bens, adquiridos de uma vida inteira de trabalho familiar, individual ou coletivo, enfim....basta ler estes Blogs, jornais e demais matérias do dia a dia, e nos deparamos com os erros, que na verdade, poderia ser chamados de crimes judiciais e por que não, se ofendeu outrem ou vários, se prejudicou, ou tal decisão lesou, podemos e devemos chamar de crime judicial, não erro judicial, por que a justiça não tem direito de errar, uma vez, que está instrumentada para defender o povo a sociedade, o que lamentavelmente hoje não acontece, mais do que isso, a pouca esperança, que poderíamos ter, ou deixar a nossos filhos, neste último ano de acontecimentos, conforme matérias divulgadas nos noticiários, conforme decisões do CNJ, conforme as diversas atitudes ridículas do Presidente da mais alta corte judiciária, somados, justificam a matéria, que esta abaixo, seguindo este comentário, qual seja esta, nos deixa a pensar que o famoso MENSALÃO, foi uma agulha dentro de um palheiro, pior a instituição que se diz, preparada para punir corrigir fatos como este, se vê, que a mesma esta num emaranhado, de crimes e falcatruas, muito mais complexa, e não podemos enxergar diferente estes fatos, por que quem paga, ou irá pagar estas contas bilionárias é o povo. aquele que trabalha dia a dia, muitas vezes doentes, com dores, com medo de ir ao médico e receber atestado, pressupondo, que poderá ser substituído em seu emprego, enfim..., ou seja quem paga a conta, somos nós, agora mesmo que não fossemos de ponta, você abrir um Blog e ver, uma matéria desta natureza, da instituição, que dentro de nossas casas  é a guardiã, da CARTA MAGNA, em todos os aspectos e sentidos, com obrigação, sistema e poder para tal, caída em um lamaçal de falcatruas, eu só posso dizer que isso é mais um engodo, indigesto, preocupante e insano.
Com isso se não houver mais atenção do povo com a divulgação destas matérias nas redes sociais, se ao invés de ficarem publicando, palavras bonitas, desenhos, como se estivéssemos, no País das maravilhas, e veja bem, faço eu publicais desta natureza, relaxa, agrega, descontrai, mas se observar, todas minhas matérias, sei separar o joio do trigo, com estas humildes e imploras palavras, sugiro que usamos a força que temos, quais sejam, é você, que esta lendo esta matéria, fazer seu dever e obrigação de cidadão, de pai, de filho, de brasileiro, em se manifestar, provocar seus círculos, amigos, conhecidos, terá criticas contraditórios, terá ofensas, terá manifestação dos que já estão fazendo hora extra na terra e nem sabem o que diz, enfim, mas se não for dado o grito de CHEGA, QUEREMOS UMA SOCIEDADE DE VERDADE, sobretudo, com o direito a família, a liberdade de expressão, ao contraditório, queremos um povo culto, para que possamos colocar o fim nestas barbáries, o maior poder do mundo, quero me ater ao Brasil, a nós é simplesmente a VOZ DO POVO, estamos cercados de pequenos exemplos, como, a menina que denunciou a péssima escola, a qual estuda, foi ameaçada, foi difamada, mas também foi e esta sendo muito elogiada, de um fato que já faz mais de três anos, e até hoje esta nas manchetes, agora por último no programa da Regina Cassé aos domingos na Rede Globo, e muitos outros, resumindo se o povo não se rebelar, usando seus instrumentos, não são poucos, vamos a continuar com matérias de fatos como estes e muito mais, e deixaremos uma herança maldita a nossos filhos e netos, sem contar que morreremos covardes!!!

são minhas considerações, quanto o que abaixo você vai ler!!!!


Sergio Vianna.        




segunda-feira, 3 de junho de 2013

DÍVIDA COM PESSOAL É BILIONÁRIA


O ESTADO DE S.PAULO, 02 de junho de 2013 | 22h 12

Dívida com pessoal é de R$ 5 bi, diz Sartori. Presidente do TJ-SP, que pagou R$ 87 mi desde janeiro em alimentação a juízes e servidores, nega campanha por reeleição

Fausto Macedo - Estadão



O presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, Ivan Sartori, informou no site da corte que existe passivo de "cerca de R$ 5 bilhões, entre magistrados e servidores". Ele não revelou em que consiste essa dívida. Segundo Sartori, o auxílio-alimentação vem sendo pago pelo Fundo Especial de Despesa há mais de seis anos, "por força de lei de 2006 e por lei mais específica, do ano passado, vez que o Tesouro não suporta essa despesa".

O Estado mostrou no sábado, dia 1° de junho, que a gestão Sartori, em 2013, já pagou R$ 87 milhões em alimentação para juízes e servidores. Até o fim do ano, o desembolso deve chegar a R$ 310 milhões. Foram pagos mais R$ 120,7 milhões a título de "indenizações e restituições trabalhistas".

Sartori atribuiu à reportagem "tom sarcástico e tendencioso de notícia sobre o presidente do TJ, que estaria empreendendo reeleição e, por isso, teria ‘aberto os cofres da instituição’" - desembargadores sustentam que ele está em campanha aberta pela recondução. "Diante do gigantesco quadro de pessoal, todos os pagamentos e valores são expressivos. Eventual reeleição do presidente Sartori, que nem foi por ele cogitada, independe desses pagamentos, que viriam qualquer que fosse o presidente, como aconteceu em anos anteriores."

Sartori irritou-se com a informação de que a Assembleia Legislativa deu em dezembro, na gestão Barros Munhoz (PSDB), permissão para uso do fundo para o auxílio-alimentação. "A Assembleia aprovou lei porque assim entenderam os deputados, por força de recomendação do CNJ e do Tribunal de Contas do Estado, sendo no mínimo irresponsável afirmar que a lei teria sido aprovada em razão de suposta amizade entre o presidente Sartori e o então presidente do Parlamento. O jornal sugere ‘conchavo’ absurdo entre todos os deputados e o presidente Sartori", escreveu.

O presidente do TJ acusou o Estado de "atitude costumeiramente tendenciosa e, agora, criminosa". Disse que "não é de hoje a falta de seriedade desse jornal, que posa de vestal, denegrindo as pessoas com quem não simpatiza".

POSTAGENS DE SERGIO VIANNA