Postagem em destaque

CARTA DE DEMISSÃO DA SENHORA PRESIDENTE DA REPÚBLICA (11.05.2016)

Este blog, tem como finalidade, expor as mazelas, as quais convivemos em nosso dia a dia, sempre baseado em informações, divergências ou rej...

sexta-feira, 7 de junho de 2013

DETENTO RECEBE DROGA DURANTE BEIJO!!!!!

Notícias - Polícia

Quarta-feira, 05/06/2013, às 06:00
Detento recebe droga durante beijo
Davi Goulart
policia@diariodosul.com.br

Um casal audacioso e um caso, no mínimo, absurdo. Durante o intervalo de uma audiência no Fórum de Laguna, uma mulher pediu para falar com o réu e, após um beijo, os policiais militares descobriram que ela havia passado drogas para ele pela boca. O detento ainda engoliu parte dos entorpecentes entregues pela companheira.
O réu é um jovem de Tubarão com um histórico criminal bastante extenso. Ainda adolescente, ele chegou a procurar o Diário do Sul e, acompanhado de um advogado, se apresentou como o autor de um homicídio na Área Verde, na tentativa de livrar o verdadeiro autor. Poucos anos depois, teria assumido o comando do tráfico na comunidade e, de acordo com investigações, passou a cometer assassinatos. O rapaz chegou a ser preso por alguns dos crimes e conseguiu fugir da Unidade Prisional Avançada de Laguna (UPA).
Em fevereiro deste ano, ele foi recapturado pela Polícia Militar acusado de integrar a facção PGC e de envolvimento em atentados criminosos. Na casa em que estava, em Laguna, foram apreendidas sete mil pedras de crack. Na segunda-feira, o acusado foi levado para o Fórum do município para participar da audiência sobre esta apreensão, onde conseguiu mais uma acusação para o seu histórico.
“A companheira dele, com um bebê no colo, pediu, durante o intervalo, para falar com o marido. Ao se aproximar dele, deu um beijo na boca. Logo depois, os policiais militares encontraram um pedaço de maconha no chão e suspeitaram que ela tinha passado drogas para ele”, relata a delegada responsável por apurar o caso, Madge Branco.
A jovem recebeu voz de prisão e foi encaminhada para a delegacia na noite de segunda-feira. O réu foi para o hospital, onde exames mostraram a existência de, pelo menos, quatro invólucros. “Os dois foram autuados por tráfico. Depois, ela foi para o presídio feminino e ele, para o masculino. A criança foi entregue ao Conselho Tutelar e ficou em um abrigo até hoje (ontem), quando poderia ser entregue para a avó”, explica a delegada ao contar o caso, ainda surpresa com a audácia do casal.

POSTAGENS DE SERGIO VIANNA