Postagem em destaque

CARTA DE DEMISSÃO DA SENHORA PRESIDENTE DA REPÚBLICA (11.05.2016)

Este blog, tem como finalidade, expor as mazelas, as quais convivemos em nosso dia a dia, sempre baseado em informações, divergências ou rej...

domingo, 30 de junho de 2013

Bomba em jogo de futebol

Este blog, tem como finalidade, expor as mazelas, as quais convivemos em nosso dia a dia, sempre baseado em informações, divergências ou rejeições, fazem parte, nem cristo agradou, que dirá um mero leiloeiro...




30/06/2013 16h39 - Atualizado em 30/06/2013 16h53

Bomba em jogo de futebol deixa 12 

mortos no Iraque

Vítimas eram jogadores e torcedores que assistiam à partida.
Motivação do ataque ainda não foi esclarecida.


Uma bomba plantada perto de um jardim onde pessoas estavam jogando futebol no Iraquedeixou 12 mortos neste domingo (30), informaram a polícia e médicos.






Uma bomba plantada perto de um jardim onde pessoas estavam jogando futebol no Iraque
deixou 12 mortos neste domingo (30), informaram a polícia e médicos.
Outras 24 pessoas foram feridas na explosão na cidade de Nahrawan, ao sul da capital Bagdá. A razão para atacar jogadores de futebol não ficou clara.

Nos últimos dias, os alvos têm sido homens jogando futebol em campos locais e assistindo às partidas -- após uma série de ataques contra mesquitas sunitas e xiitas, mercados e forças de segurança.
A violência é parte de uma tendência de crescentes ataques militantes desde o início do ano, que deixaram mais de 1.000 vítimas fatais apenas em maio, mês com mais mortes desde as disputas sectárias em 2006 e 2007.
No sábado (29), bombas mirando jogadores de futebol e jovens que haviam se reunido para assistir a uma partida no Iraque mataram sete pessoas.
Preocupações com a possibilidade de que o Iraque pode voltar a conflitos sectários cresceram nos últimos meses em meio a tensões alimentadas pela guerra civil na vizinha Síria, onde rebeldes de maioria sunita lutam para derrubar um líder apoiado pelo Irã, de maioria xiita.
Comente agora
Outras 24 pessoas foram feridas na explosão na cidade de Nahrawan, ao sul da capital Bagdá. A razão para atacar jogadores de futebol não ficou clara.
Nos últimos dias, os alvos têm sido homens jogando futebol em campos locais e assistindo às partidas -- após uma série de ataques contra mesquitas sunitas e xiitas, mercados e forças de segurança.
A violência é parte de uma tendência de crescentes ataques militantes desde o início do ano, que deixaram mais de 1.000 vítimas fatais apenas em maio, mês com mais mortes desde as disputas sectárias em 2006 e 2007.
No sábado (29), bombas mirando jogadores de futebol e jovens que haviam se reunido para assistir a uma partida no Iraque mataram sete pessoas.
Preocupações com a possibilidade de que o Iraque pode voltar a conflitos sectários cresceram nos últimos meses em meio a tensões alimentadas pela guerra civil na vizinha Síria, onde rebeldes de maioria sunita lutam para derrubar um líder apoiado pelo Irã, de maioria xiita.
fonte: G1

POSTAGENS DE SERGIO VIANNA