atualizado às 13h43

Artista agredido por Paes ameaça e pede que ele vá 'sozinho' à sua casa

Incidente com o prefeito do Rio ocorreu na madruga de domingo, num restaurante do Jardim Botânico

Bernardo Rinaldi Botkay, conhecido como Botika Botkay, foi agredido pelo prefeito Eduardo Paes Foto: Facebook / Reprodução
Bernardo Rinaldi Botkay, conhecido como Botika Botkay, foi agredido pelo prefeito Eduardo Paes
Foto: Facebook / Reprodução

O escritor e músico Bernardo Rinaldi Botkay, conhecido como Botika Botkay - que foi agredido pelo prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, na madrugada de domingo -, fez ameaças ao político em uma postagem no Facebook. Botkay escreveu que "tornaria sua face em farelos", e convidou Paes a resolver o desentendimento pessoalmente: "gostaria que você viesse sozinho, por conta própria, aqui na minha casinha".
O artista, que é autor de livros como Búfalo(2010) e Uma Autobiografia de Lucas Frizzo(2004), publicou no Facebook um texto no qual expõe sua versão sobre a briga ocorrida em um restaurante no bairro Jardim Botânico, zona sul da cidade. Ele descreveu o início da discussão, dizendo que chamou o prefeito de "bosta", e afirmou que, "de repente, ele veio pra cima e agrediu fisicamente". A postagem de Botkay foi compartilhada por mais de 1,4 mil usuários do Facebook.
O escritor e a namorada dele, a atriz Ana Maria Bonjour, disseram que sofreram ferimentos causados por Eduardo Paes e seus seguranças. "Fui tentar ajudar o Botika e os seguranças me jogaram no chão", escreveu ela. "Saímos de lá consternados e fomos fazer um B.O. (boletim de ocorrência)", disse a namorada dele pelo Facebook.
A atriz disse que voltou ao restaurante com o namorado em busca de testemunhas para falar sobre a briga, mas que "ninguém quer depor contra esse calhorda!". "Mas nós não ficaremos quietos. Este babaca terá que responder por essa agressão como um cidadão ou um homem digno faz!", escreveu ela.
O escritor Francisco Bosco, filho do músico João Bosco, estava sentado na mesa do prefeito e testemunhou a agressão. Em seu perfil no Facebook, ele disse que Botkay e a namorada "começaram a agredir verbalmente o prefeito e as demais pessoas que estavam na mesa". "As agressões eram destituídas de qualquer argumentação; puro xingamento e ironia pretensamente superior. Temendo que a situação se agravasse, me levantei para conversar com Botkay. Segundos depois, vi, para minha perplexidade, o prefeito agredindo Botkay, fisicamente. De minha parte, só o que fiz foi separar", escreveu. O texto de Francisco Bosco foi compartilhado por pelo menos 50 usuários da rede social.
Eduardo Paes disse que foi alvo de xingamentos Foto: Daniel Ramalho / Terra
Eduardo Paes disse que foi alvo de xingamentos
Foto: Daniel Ramalho / Terra
Em nota divulgada na noite de domingo, Paes afirmou que foi "gratuita e insistentemente ofendido por um casal desconhecido, com expressões como 'bosta e vagabundo', entre outras muito mais fortes" enquanto jantava com a mulher e casais de amigos. "A discussão transformou-se em um princípio de desentendimento físico, o que obrigou a intervenção da minha segurança para acabar com o tumulto e afastar os desconhecidos em questão", disse o prefeito. "Apesar da agressividade do casal, eu não poderia ter reagido como o fiz", completou.
 Fonte
Terra