Postagem em destaque

CARTA DE DEMISSÃO DA SENHORA PRESIDENTE DA REPÚBLICA (11.05.2016)

Este blog, tem como finalidade, expor as mazelas, as quais convivemos em nosso dia a dia, sempre baseado em informações, divergências ou rej...

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

DELEGADO PRESO...

Este blog, tem como finalidade, êxpor as mazelas, do dia a dia, prejudiciais, de forma que possamos, nos defender ou auxiliar alguem com informações, baseadas em fatos, se observados, sempre consta nos. ocorrências e processos dos fatos narrados, divergencias ou rejeições, fazem parte, nem cristo agradou, que dirá um mero leiloeiro... Sergio Vianna - Leiloeiro Oficial...

postado em 10.11.2011.

GO: delegado é preso por atirar no chão após carro bater
07 de novembro de 2011 15h50
 
O delegado-adjunto da Delegacia Especializada de Repressão a Narcóticos (Denarc) de Goiânia, Alexandre Meimberg, 32 anos, foi preso em flagrante na noite de sábado em Goianira (32 km da capital). O carro no qual estava teria se chocado contra outro, e ele, que estaria embriagado, teria descido e disparado contra o chão. O delegado-geral da Polícia Civil, Edemundo Dias, disse nesta segunda-feira que o incidente aconteceu quando Meimberg e um amigo voltavam para casa após irem a um bar.
Ao passar por uma rua movimentada da cidade, o Ford Fusion que era conduzido pelo amigo do delegado, Roberto Franco, colidiu contra o retrovisor com o de um Gol que trafegava na mão contrária. Irritado com o choro de uma das crianças que estava no automóvel - uma menina de 12 anos autista - o delegado, que estaria embriagado, desceu com sua pistola 380 em punho e teria disparado pelo menos duas vezes para o chão.
A agente de saúde Andréia Araújo de Oliveira, 34 anos, que voltava de uma festa com seus três filhos - uma adolescente de 16, a garota de 12 anos, e um menino de 14 anos - disse, porém, que o delegado ameaçou atirar na família e teria disparado na verdade três tiros. "Ele disse que se minha filha não se calasse, ele atiraria nela", afirmou.
"Não sabemos ao certo os motivos que o levaram a atirar. Ele alega que não disparou", disse o diretor Edemundo, relatando informações da Corregedoria da Polícia Civil, que apura o episódio do ponto de vista administrativo. "Estamos apurando justamente as discrepâncias do fato para chegar à verdade", disse, ainda, que confirmou que Meimberg pode até ser demitido. "Não abriremos nenhum tipo de exceção", afirmou.
No sábado, o delegado foi levado preso pela Polícia Militar e autuado pelos crimes de disparo de arma em via pública e ameaça, mas pagou fiança de um salário mínimo e foi liberado. "Ele está afastado de suas atividades e será submetido a uma averiguação psicológica, para detectar problemas com o alcoolismo", disse o delegado-geral.

POSTAGENS DE SERGIO VIANNA