Postagem em destaque

CARTA DE DEMISSÃO DA SENHORA PRESIDENTE DA REPÚBLICA (11.05.2016)

Este blog, tem como finalidade, expor as mazelas, as quais convivemos em nosso dia a dia, sempre baseado em informações, divergências ou rej...

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

VITIMAS PEDEM PRISÃO PREVENTIVA DE POLICIAIS

Este blog, tem como finalidade, êxpor as mazelas, do dia a dia, prejudiciais, de forma que possamos, nos defender ou auxiliar alguem com informações, baseadas em fatos, se observados, sempre consta nos. ocorrências e processos dos fatos narrados, divergencias ou rejeições, fazem parte, nem cristo agradou, que dirá um mero leiloeiro... Sergio Vianna - Leiloeiro Oficial....




Vítimas pedem prisão preventiva de policiais de Jaguarão denunciados por racismo


13/06/2011 11:16:12

Ver toda galeria >>



As vítimas de ameaça de morte, tortura psicológica e tortura encaminharam à Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do Sul cópia da última correspondência com conteúdo ameaçador recebida pelo advogado Onir Araújo. O advogado defendeu e deu publicidade ao caso envolvendo o estudante baiano Helder, que foi vítima de tortura e racismo por policiais militares de Jaguarão.



A última carta recebida, dia 07 de junho, partiu dos Correios de Pelotas, segundo apurou a vítima. Para a surpresa, o material foi postado na agência Bento Gonçalves, de onde partiram, em março, as correspondências com conteúdo também ameaçadores e racistas contra o estudante Helder Souza, que teve de deixar a cidade de Jaguarão em decorrência das ameaças de morte pelos policiais militares da cidade.



Em virtude das novas ameaças, as vítimas pedem ao Ministério Público Militar e à Justiça o afastamento e a prisão preventiva dos envolvidos, que já estão denunciados. A carta, em anexo, já foi entregue ao Chefe de Polícia do Estado, delegado Ranolfo Vieira Jr. O material foi encaminhado para perícia. Nesta segunda-feira (13), o advogado Onir Araújo encaminha um dossiê das ameaças ao promotor Luiz Eduardo de Oliveira, do Ministério Público Militar.



“Não podemos aguardar que uma tragédia se materialize. É dever dos organismos de Estado resguardar pela segurança das vítimas, bem como afastar do policiamento os PMs e determinar pela prisão preventiva dos policiais já denunciados pelo Ministério Público”, disse Silvia Vieira, diretora de Gênero e Combate à Discriminação Racial do Sindisprev-RS.

GALERIA(S) RELACIONADA(S)

--------------------------------------------------------------------------------



CARTA




DOCUMENTOS(S) RELACIONADO(S)

POSTAGENS DE SERGIO VIANNA