Postagem em destaque

CARTA DE DEMISSÃO DA SENHORA PRESIDENTE DA REPÚBLICA (11.05.2016)

Este blog, tem como finalidade, expor as mazelas, as quais convivemos em nosso dia a dia, sempre baseado em informações, divergências ou rej...

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

PRISÃO DE POLICIAIS CAUSA ALVOROSSO NO CONTRABANDO

Este blog, tem como finalidade, êxpor as mazelas, do dia a dia, prejudiciais, de forma que possamos, nos defender ou auxiliar alguem com informações, baseadas em fatos, se observados, sempre consta nos. ocorrências e processos dos fatos narrados, divergencias ou rejeições, fazem parte, nem cristo agradou, que dirá um mero leiloeiro... Sergio Vianna - Leiloeiro Oficial....


publicado em 27.10.2011.

“Operação Loki”


Sete policiais são presos em operação contra contrabando de cigarro no Sul

PF informou que 38 pessoas foram presas em flagrante, entre elas dois policiais rodoviários do PR e cinco de SC. Ao todo, 41 mandados de busca a apreensão e 41 de prisão serão cumpridos



Uma operação contra o contrabando de cigarros é desencadeada nos três estados do Sul do Brasil nesta terça-feira (7). A Polícia Federal informou que 38 pessoas foram presas no Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Dois policiais rodoviários estaduais do Paraná e cinco de Santa Catarina estão entre os presos. Eles são suspeitos de receber propina para facilitar a passagem dos veículos com contrabando no Sudoeste do Paraná e no Oeste de Santa Catarina.


Uma mulher, de 65 anos, foi presa em Curitiba, no bairro Uberaba, pela Polícia Federal (PF). Os dois policiais rodoviários foram presos em Planalto e foram realizadas outras duas prisões em Realeza, municípios da região Sudoeste. De acordo com o delegado Ildo Rosa, que comanda a operação, ainda houve uma prisão em Cascavel, no Oeste.


Segundo o delegado, os presos no Paraná trabalhavam no núcleo de organização do contrabando. "Pelo Paraná eram feitos os contatos com o Paraguai e o início do transporte era facilitado", explica Rosa.


Um total de 41 mandados de busca a apreensão e 41 de prisão serão cumpridos nos três estados durante a “Operação Loki”. As investigações da PF tiveram início há um ano e tiveram o apoio do Ministério Público Federal e da Justiça Federal de São Miguel do Iguaçu, a qual expediu os mandados de prisão e de busca e apreensão.


O cigarro contrabandeado era trazido do Paraguai e distribuído em 16 cidades do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, segundo a PF.


No Paraná, a quadrilha agia em Curitiba e em quatro cidades do Oeste do estado - Foz do Iguaçu, Cascavel, Santa Terezinha do Itaipu e Céu Azul.


A operação é organizada pela PF de Santa Catarina. A ação conta com a participação de 172 policiais federais e 36 policiais da Força Nacional de Segurança Pública.


Em junho de 2010, 32 pessoas foram presas em flagrante. Trinta e seis veículos e 110 mil pacotes de cigarro foram apreendidos naquela oportunidade.


A operação foi batizada como “Loki” por causa do semideus da mitologia nórdica que era caracterizado como trapaceiro. Segundo a PF, essa era postura dos policiais presos. Eles avisavam os contrabandistas sobre a presença da Polícia Federal.

POSTAGENS DE SERGIO VIANNA